(55) 3781-1711 contato@srsa.com.br

Variação cambial também influencia no preço das commodities

A volatilidade da taxa cambial em 2020, especialmente a partir do mês de fevereiro, por influência da pandemia, vem impactando nos custos de produção do campo, é o que aponta o Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP) do mês de abril, divulgado pelo Sistema Farsul, nesta quinta-feira, dia 14. O último mês registrou alta de 0,57% e um acumulado em 2020 de 1,83%. No mesmo período o IPCA registra 0,22%.
O reflexo só não foi maior porque a queda de 29% no preço do barril do petróleo contrabalanceou a variação do câmbio. Somente entre março e abril, essa alta da taxa cambial foi de quase 9%. No acumulado em 12 meses, o IICP atingiu 2,24%. Conforme a economista do Sistema Farsul, Danielle Guimarães, é possível perceber a aceleração dos custos de produção a medida que o ano avança. Ela destaca que é possível que o indicador inflacione mais nos próximos meses diante de uma possível recuperação do preço do petróleo.
Além do câmbio, a estiagem também influenciou no Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelo Produtor Rural (IIPR), que fechou abril com alta de 6,98%. No acumulado em 12 meses, o indicador chegou a 30,28%, chegando próximo ao recorde registrado durante a seca de 2012. Somente no acumulado de 2020, o IIPR registra crescimento de 14,69%, enquanto o IPCA Alimentos ficou em 3,45%.

Confira o Relatório na íntegra.