(55) 3781-1711 contato@srsa.com.br
A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) considera precipitada a decisão do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) em suspender temporariamente a importação de carne bovina “in natura” brasileira.
 
Famato define como guerra comercial suspensão das exportações brasileiras de carne pelos EUAFamato define como guerra comercial suspensão das exportações brasileiras de carne pelos EUA
 
Na avaliação da entidade, os EUA são um mercado importante para a pecuária brasileira, apesar de o volume exportado ainda ser pequeno em relação a outros países. Em nota, a Famato pondera que a qualidade do nosso produto é tão reconhecida que o Brasil é o único país do mundo que exporta para os EUA carne oriunda de animais que foram vacinados contra a febre aftosa.
 
De acordo com a federação, mais do que excesso de zelo do comprador, a suspensão também significa acirrada disputa de mercados entre os produtores estadunidenses e os produtos importados do Brasil. “De certa forma, estas são as regras do jogo para quem atende mercados tão competitivos”, sustenta a entidade.
 
 
A Famato destaca, ainda, que os abcessos apontados como causa da suspensão são apenas vestígios de reações decorrentes da vacina contra a febre aftosa, que comprometem apenas o aspecto visual do produto, mas não apresentam riscos à saúde.
 
 
Fonte: http://www.uagro.com.br/editorias/agroindustria/2017/06/26/famato-diz-que-suspensao-das-exportacoes-de-carne-e-guerra-comercial.html / Por DATAGRO